Julio Furst

Músico e Radialista

“Eu estou vivo, né? Enquanto estiverem me aguentando, eu estou seguindo, fazendo meu fim de tarde na rádio para vocês.”

Sobre: A carreira de radialista nunca foi das mais bem remuneradas, mas é muito gratificante. É uma escolha. Eu fiz vestibular para economia e tomei pau. Não estudei nada, só tocava bateria. Acabei fazendo administração de empresas, mas nunca fui buscar o diploma. Porque em 1972 eu comecei na rádio e achei que eu não ia ficar rico, mas eu ia ter uma vida super musical. Eu faria tudo de novo.

Por que QOD Barber Shop: É como meus velhos discos de vinil – resgata o que havia de melhor e mais genuíno antigamente.

Redes: @juliofurst